domingo, 24 de janeiro de 2010

Novo blog:

Chez Lú - www.chezlu.wordpress.com

sexta-feira, 20 de março de 2009

Prince Charming - Take 2... Action!

Buenas!

Nossa, não pensei que o assunto do post anterior fosse render pano pra manga... (não aqui, mas no msn, porque maioria dos amigos lêem e não comentam, hunfs! ¬¬) Ok, eu sei que não é da minha natureza falar de sentimentos por aqui, mas de vez em quando é bom.

Não tava triste, deprimida, nem passei por nenhuma desventura amorosa. Sempre pensei "melhor sozinha que mal-acompanhada", e continuo pensando assim... nada contra quem precisa ter sempre alguém do lado, mas se eu chegar a namorar alguma pessoa é porque não há nenhuma outra com quem eu gostaria de estar no mundo.

"Isso é tão romântico..." - diria a Laura de Carrossel! ahahaha

É irreal querer uma pessoa legal, honesta, carinhosa, inteligente/culta, sincera, que tenha senso de humor, opiniões próprias e lute pelos seus ideais...? Se for, tô fu perdida!
Às vezes vejo que muitos se contentam com pessoas que cruzam seus caminhos, mesmo que elas não sejam exatamente o que procuram (e com o passar do tempo veem que, em vez de se achar, se perderam). Por isso, profissionais, cheguem logo! (sorry Marian Keyes, roubei sua expressão do "Um bestseller para chamar de meu", mas tô te citando viuu!)

Ok, eu me sinto super piegas e loser sem graça de pensar e, pior ainda, publicar esse tipo de coisa sentimental. Mas tava pensando outro dia: eu sou sentimental, fazer o quê?
Adoro filmes e livros bonitinhos (mas que tenham uma história interessante, por favor!), músicas com letras fofas, poemas/poesias, recadinhos, surpresas... Mas (já perceberam como um "mas" sempre ferra tudo? ahahaha) não sou lá uma pessoa grudenta-melosa-chiclete à la Felícia, sou na minha. As conversas que eu ando tendo me deram uma certa luz nesse assunto, mas minha opinião é: quando eu gostar de verdade, vai ser como no I'm yours:

So, I won't hesitate no more
No more, it cannot wait I'm sure
There's no need to complicate our time is short
This is our fate
I'm yours

Ufa... chega de sentimentalismos por hoje! ahahaha (posts seguintes serão bem mais leves, I promise!)

beeijotchau!


PS: Want a tissue? ;DDD

PS2: Para ler ouvindo: Você existe, eu sei - Biquini Cavadão e Sentimental - Los Hermanos (ok, sei que maioria não gosta... mas eu adoro Los Hermanos, e hoje eles estão tocando lá no Rio no show do Radiohead depois de um tempão de recesso!)

PS3: Para ler assistindo: Antes do amanhecer e, depois que acabar, a continuação Antes do pôr-do-sol - dirigidos pelo Richard Linklater (o mesmo de Escola de Rock, que eu adoro) e com o Ethan Hawke e a Julie Delpy. AVISO: sim, é romance! E, se assistir o primeiro, assista o segundo, senão não tem graça! ;)

PS4: A Nintendo ainda não inventou! =D

quarta-feira, 18 de março de 2009

Prince Charming - parte I

Quem nunca sonhou com o "Príncipe Encantado" que atire a primeira pedra! (se você for mulher, lógico... homens não sonham tanto com a "Princesa Encantada". Preferem algo mais palpável, se é que vocês me entendem... =P ahahaha)

Muito bem. Você, menina, cresce brincando com suas amiguinhas de Barbie e sonhando que um dia você também vai achar seu Ken. (mentira, eu sempre achei o Ken sem graça! Sem contar que eu fazia de "Ken" uma Barbie de cabelo cortado, achava desperdício comprar Ken em vez de ter mais Barbies... ahahaha #prontofalei#) Adora os filmes da Disney (principalmente os que têm um romancezinho no meio) e aqueles bonitinhos com happy ending, imaginando quando é que você vai viver uma história parecida.

O tempo passa, os hormônios entram em cena com força total... até que você começa a ter espinhas e cresce toda desengonçada hm... tem sua primeira paixãozinha. Sim, vc (acha que) está amando! Tudo é lindo, tudo é perfeito, ele parece ser o homem da sua vida até que... acaba. Ok, bola pra frente! Você até se acha mais malandra, já que se apaixonou uma vez e sabe tudo sobre homens. ahahaha Conhece outra pessoa, não dá certo, conhece outra, namora... e acaba.

Você fica de boa um bom tempo, sai com os amigos, vai em baladinhas e está livre, leve e solta. Uma hora você pensa: "poxa, até que seria legal se eu conhecesse alguém que valesse a pena." E... tcharamm... Lógico que você vai atrair pessoas que não valem a pena! Lei de Murphy? O Segredo - a lei da atração?

Não tenho resposta...! Mas, quando souber, eu aviso. E, se vocês souberem antes, me avisem! ahaha

Quem for meu Príncipe Encantado levanta a mão ae!

quinta-feira, 5 de março de 2009

"Nothing's gonna stop me but divine intervention"

Acharam que eu ia abandonar de novo o blog, né? Não que deixar o blog "ao relento" por mais de um mês não seja abandono... mas vocês hão de convir que ultimamente não venho prometendo postar sempre, certo?! ;DD
Jesus Christ! Outra folga acabando e eu nem fiz muita coisa! Pra não falar que não fiz nada, ontem peguei a cifra de I'm Yours do Jason Mraz e toquei milhões de vezes, hahaha! Quando eu encano em uma música ouço milhões de vezes over and over, o que é o caso dessa música. Ouça aí! Acordei tarde, almocei, enrolei e depois fui pra Pira encontrar a Ana e a Cá que estudaram comigo.
Xiii... já era minha folga, passou da meia noite! ahaha Massssss como a noite é uma criança e tá um calor from hell aqui, vou fazer meu brigadeirão de microondas (mmmuito bom!); mais tarde eu volto pra falar como ficou! =DD

beeeijotchau!

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo...

Retrospectiva final de 2007/2008
Se nos últimos meses de 2007 minha vida já tinha dado uma guinada, 2008 deu uma de 180 graus!

Terminei um namoro de 2 anos (quem disse que terminar é fácil?!); fui pro Japão fazer arubaito de 2 meses e meio e acabei ficando 5; conheci NY (mentira, só fiz escala lá... ainda não foi dessa vez); aprendi a gostar de sashimi; fiz snowboard; meu emprego que tava certo no resort da Bahia enrolou e acabei desistindo; fiz amigos incríveis no Japão; fiz 2 entrevistas de emprego e passei na que eu mais queria; mudei de cidade e agora divido apto com outras meninas; fui em shoppings/cinema sozinha (e gosto disso); aprendi a ganhar meu próprio dinheiro (e a gastar também ¬¬); saí de balada como nunca antes depois que mudei de cidade (Swingers, Gold, Zoff, Apô, Don Donnie, Tarantino) e no final do ano me deu um certo vazio de só trabalhar e ir em balada, ver o memso tipo de pessoas e ouvir as mesmas conversinhas moles; li quase todos os livros da Sophie Kinsella em formato de e-book enquanto tava no Japão mas li poucos livros na somatória geral; fiz curso de Etiqueta Social e aprendi a usar a faca com a mão direita e a comer com o garfo na esquerda (mas tenho um pouco de preguiça de pôr em prática sempre... ahaha); aprendi a me maquiar mais e melhor (porque o trabalho exige. Não, não sou drag queen, sou recepcionista de hotel!); tentei mudar no aspecto sentimental, mas aprendi que intuição (quase) não falha, então o melhor é mesmo be yourself e não mudar! =P (vem alguma pessoa legal e pergunta: "ahh, então isso quer dizer que vc tá encalhada de novo?" "...É!" ahahaha)

E que em 2009 tenha ainda mais mudanças e coisas boas!

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Promessa cumprida!

Não é uma miragem, caro leitor: são 2 posts em 2 dias seguidos! ahahaha Inspirada? Nem tanto. Falta do que fazer? Not at all! Mas achei que o blog tava tãaao abandonado e eu com tantos assuntos acumulados que tô aproveitando que hoje é meu último dia de folga pra escrever um pouco.
Já me fizeram uma crítica construtiva sobre o blog que eu concordo em gênero, número e grau: eu não falo quase nada sobre sentimentos aqui. É, digamos que isso é friamente calculado! ahahaha Dificilmente escrevo coisas desse tipo pra ficar exposto pra todo mundo, mas às vezes dá vontade de escrever umas coisas... então, resolvi que vou falar sim sobre sentimentos e desabafos de vez em quando! ahahaha E nem venham me falar que é porque tô vivendo fase emo - só porque comprei hoje o cd do NX Zero (e nem é o Agora, é o anterior)! ahahaha Mesmo assim, gosto de umas músicas do Simple Plan, uma do Good Charlotte que ouvi outro dia e não sei o nome, Dance, Dance do Fall Out Boy, Panic! At The Disco... ahahahaha Ok, parei... não precisam deixar d efalar comigo por causa de algumas bandas que eu ouço! ahahaha

Bom, eu IA fazer um post falando mais de sentimentos, mas resolvi mudar pra falar sobre um assunto havia prometido e foi cobrado hoje pelo Kadu: a Apple Store de Tokyo.
A loja fica no bairro de Shibuya, praticamente na frente de uma loja da GAP. Ela é perfeita! Se vc gosta de tecnologia, com certeza vai babar nos iPods (Shuffle, Nano, Classic, Touch), iMacs, Macbooks... eu vi o Macbook Air de perto, finíssimo e lindo! A primeira vez que fui na loja foi no yasumi de janeiro, qdo fui com o Edson. Depois fui mais uma vez com o Hugo e a Helena e resolvi que definitivamente não queria mais comprar Vaio, queria Macbook! (teve muita campanha do Kadu tbm a favor do Mac! ahaha) A terceira e definitiva vez na loja foi qdo fui comprar o note, em março. Já tinha juntado meu dinheirinho pra isso e aproveitei que ia visitar minha tia em Tokyo pra ir até lá comprar. Pedi pra trocarem o teclado japonês pelo inglês, e falei tudo em japonês com o carinha! (tá, é mentira... falei tudo em inglês e esse cara da Apple nem descendente de japoneses era ahaha)
Ainda fui mais uma vez na loja, mas foi muuito rápido! Queria comprar um fone novo pro Nano pq o que veio junto foi pro beleléu: saiu as borrachinhas que envolviam os fones dos dois lados, e um dos lados parou de funcionar! =/ Mas achei muito caro e acabei comprando um da Sony, mas confesso que me arrependi de não ter comprado um novo. =P
Até eu voltar pro Brasil o iPhone não tinha chegado no Japão, mas em junho finalmente o iPhone chegou ao Japão com exclusividade da Softbank (o mesmo que aconteceu nos Eua com a AT&T), sendo o contrato de no mínimo 1 ano. O meu keitai (celular) era da au ("ei you", não igual "au" de cachorro ahaha) by KDDI porque eu queria pré-pago, já que ia ficar pouco tempo. Era um sufoco ter que recarregar os créditos, porque eram etapas chatas de ter que digitar números e meu nihongo de leitura não dava conta de fazer sozinha. Pior era quando eu pedia pra japoneses mesmo me ajudarem e eles também não conseguiam!
Acho que poucas pessoas têm keitais pré-pagos, e se fosse escolher com certeza não teria um lá já que nas lojas das operadoras (au, Softbank, NTT DoCoMo... não sei sabia que existiam outras operadoras, mas vi no blog where the streets have no name que existem outras além dessas que eu citei. Mas a au by KDDI tbm tem pré-pago) têm um monte de modelos maravilhosos por 0 yen (é, vc não paga o celular, só o plano), enquanto existem pouquíssimos modelos pré-pagos (na au acho que só tinha 2), além de vc ter que pagar o aparelho e as tarifas serem bem mais caras que se fosse pós. Mesmo assim, eu gostava muito do meu, e trouxe ele pro Brasil, mesmo sabendo que não daria para usá-lo aqui. Um dia posto foto dele! =)

bjusss

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

A volta da que não foi

Ráaaaa! Eu sei que vocês não esperavam que minha volta triunfal seria tão "rápida" né? ahahaha
Hoje faz exatamente 4 meses do meu último post! Genteee, como pode passar tão rápido??? Eu tentei postar N vezes aqui, tem vários rascunhos salvos mas nunca dava pra terminar decentemente e acabava deixando pra outro dia. (procrastinar é uma droga!)
Para colocar vcs a par do que aconteceu comigo nesses meses eu precisaria de posts e posts, só que já tô super atrasada, porque nem qdo tava no Japão consegui atualizar direito! ahahaha
Mas enfim, voltei do Japão no dia do aniversário da minha baatian, mas nem deu pra vê-la, de GRU fui direto pra casa.
Quando eu tava no avião de volta, pensei em uma coisa que até então não estava preocupada, que era o que eu faria quando eu voltasse. Não vou falar toda a história, mas esperei muito tempo um emprego que já estava certo em um resort na Bahia, mas que teve váaarios contratempos. Teve gente falando pra eu desencanar, procurar outras coisas etc, mas eles sempre entravam em contato e tinham uma nova data de início. Dessa vez, resolvi que não ia esperar mais e ia mandar outros currículos, mas confesso que tava meio desanimada.
Acabei mandando um currículo pra um resort em CPQ que eu já conhecia e achava tudo, mas nem achava que eles iam ler! Não demorou eles me ligaram marcando entrevista, e qdo fui ver... era dinâmica de grupo!!! Nunca tinha feito dinãmica de grupo fora uma que a gente fez na facul, e deu aqueele frio na barriga. Eram só meninas e cada uma tinha que se apresentar, básico. Tinha uma que morou 10 anos nos Eua e tinha sido recepcionista em Boston e NY, outra fez "Hotel Industry Management" nos Eua, trainee do Marriott, outra fez estágio no Meliá, etc. Ou seja, concorrentes super fortes! Depois da apresentação a gente fez uma provinha com algumas questões de Hotelaria e uma em inglês.
Voltei pra casa com o coração pesado, me sentindo mal por achar que tinha perdido a oportunidade de trabalhar em um lugar que eu queria de verdade! Mas, pra minha surpresa, umas 2 semanas depois me ligaram marcando outra entrevista, e eu fui feliz e saltitante porque já tava com meu terninho novo da sorte! ahahaha Enfim, essa entrevista era individual, com a gerente de Recepção e uma das recepcionistas sênior. Eu tava bem mais tranquila e a entevista foi bilíngue. Mais 2 semanas de tortura e... ligaram que o emprego era meu!!! Até então eu mal comentei com as pessoas que tinha feito entrevista, porque sempre fica aquela cobrança, querendo ou não... se eu já tenho que aguentar a minha própria cobrança, imagina das outras pessoas? =P
É, e já fez 1 mês de trabalho! Mudei pra CPQ mas ainda não tenho minha casinha do jeito que quero, mas por enqto tá bom! O pessoal do hotel é legal, tô aprendendo muuito, tô feliz.
(Nem queria que o post falasse tanto assim sobre o emprego, mas enfim... ahahaha)

bjusss